Nos dias atuais os desafios ambientais estão, cada vez mais, urgentes e presentes no nosso cotidiano!

Quintal Orgânico Itinerante é uma proposta de ação que pretende contribuir difundindo por espaços educativos, culturais e associativos as práticas ecológicas da compostagem, do plantio saudável de plantas comestíveis, medicinais, ornamentais, da reutilização de materiais descartados, da incorporação de uma alimentação saudável, da arteducação ambiental, entre outras.

Pretende-se incentivar a alteração das atitudes adotadas como comuns na atual relação com a natureza, e, contribuir na organização e viabilidade de outras produções coletivas de alimentos saudáveis, de materiais eco-pedagógicos (escritos, imagéticos, sonoros, teatrais), enfim, contribuir com o fortalecimento da cultura ecológica. Outro objetivo é o fortalecimento de um coletivo de pessoas que atue questionando os chamados 'problemas urbanos', e, que ao mesmo tempo, aponte alternativas relativamente autônomas para tais problemas, tais como: saídas ecológicas para resíduos sólidos (reciclagem de papel para produção de cadernos, cartões, entre outros), produção de adubo orgânico e hortas urbanas (comunitárias e com reciclagem), produção de ações teatrais polêmicas e dinamizadoras de denúncias e resistências contrárias a opressão.rupo de estudo e bio-construção/ação).

Não esperemos!

O QUINTAL ORGÂNICO ITINERANTE é uma gota no oceano mas também é a possibilidade de começar a fazer diferente. Separe o lixo, plante uma árvore, cumprimente seu vizinho, componha um samba...





Web rádio - Quint@l Orgânico

domingo, 22 de abril de 2012

Novas oficinas no catálogo de atividades!


OFICINA BONECOS DE PAPEL DE BALA

Por: Rosana Ribeiro
Construção de bonecos a partir de papeis de bala, linhas e outros pequenos resíduos.


Reinventando o mundo em que brincamos...Os brinquedos artesanais fazem parte da infância e se destacam pela criatividade e simplicidade, nascendo da relação da criança com o que existe ao seu redor. A oficina procura resgatar esse espirito infantil, onde meias se transformam em bolas, caixas de papelão em carrinhos, folhas de papeis em barcos, espigas em bonecos, recriando o cotidiano através do brinquedo e da brincadeira. Usamos para fazer esse resgate papeis de bala, tampas, linhas e outros pequenos resíduos, que descartamos todos os dias como coisas insignificantes, mas que se transformarão em bonecos para brincar. O objetivo é também refletir sobre questões como consumo e descarte consciente, incentivando o reaproveitamento dos resíduos e regatando o valor contido nas pequenas coisas da vida e nossa capacidade de reinventar o mundo a partir delas.
Cada criança construirá um boneco para levar como lembrança da vivência e estimulo para
outras criações.



sexta-feira, 6 de abril de 2012

Michael Löwy critica Rio+20 e a propaganda da 'economia verde'

Pesquisador diz não esperar nada da cúpula e critica a 'economia verde'


Em junho, o Brasil sedia a Rio+20, a cúpula mundial de meio ambiente, um dos temas da edição 180 de Caros Amigos, que está nas bancas. A cúpula já divide opiniões, como a do pesquisador Michael Löwy, um dos entrevistados da reportagem publicada na revista.


Confira abaixo pequeno trecho da entrevista de Löwy, feita pela jornalista Bárbara Mengardo. Leia a reportagem completa sobre a Rio+20 na edição nas bancas.


CA - Em comparação a 1992, a sociedade está muito mais ciente da necessidade de proteção do meio ambiente. Esse fato poderá influir positivamente nas discussões da Rio+20?

ML -Esta sim é uma mudança positiva! A opinião pública, a "sociedade civil", amplos setores da população, tanto no Norte como no Sul, está cada vez mais consciente de necessidade de proteger o meio ambiente - não para "salvar a Terra" - nosso planeta não está em perigo - mas para salvar a vida humana (e a de muitas outras espécies) nesta Terra. Infelizmente, os governos, empresas e instituições financeiras internacionais representados no Rio+20 são pouco sensíveis à inquietude da população, que buscam tranquilizar com discursos sobre a pretensa "economia verde". Entre as poucas exceções, o governo boliviano de Evo Morales.


CA - Como a destruição do meio-ambiente relaciona-se com a desigualdade social?

ML -As primeiras vítimas dos desastres ecológicos são as camadas sociais exploradas e oprimidas, os povos do Sul e em particular as comunidades indígenas e camponesas que vêem suas terras, suas florestas e seus rios poluídos, envenenados e devastados pelas multinacionais do petróleo e das minas, ou pelo agronegócio da soja, do óleo de palma e do gado. Há alguns anos, Lawrence Summers, economista americano, num informe interno para o Banco Mundial, explicava que era lógico, do ponto de vista de uma economia racional, enviar as produções tóxicas e poluidoras para os países pobres, onde a vida humana tem um preço bem inferior: simples questão de cálculo de perdas e lucros.

PLANTIO COLETIVO

Olá Amigos,



Vamos realizar um plantio coletivo no Quintal Orgânico!

A proposta é utilizarmos a tecnologia do policultivo orgânico, ou seja, combinar diferentes plantas em um arranjo tal que favoreça o crescimento delas. Podemos combinar: milho-feijão-abóboras; feijão-quiabo; guandu-feijão-de-porco-mandioca. Nestas combinações utilizaremos sementes/talos produzidos no Quintal.

VENHAM PLANTAR!

Com a colheita realizaremos um encontro para saborear os frutos de nossas ações coletivas!!! Plantio-manutenção-colheita (prevista para junho).



Início: DOMINGO, 08 DE ABRIL

Término: QUARTA, 12 DE ABRIL



Horários: MANHÃS 8H-11H

                 TARDES  15H-18H



Local: Quintal Orgânico – Rua Ulisses Tornincasa, 211-Vl. São José-SCSul.
Exemplo de plantio combinado entre feijão e quiabo.

Venham plantar!!!!

Projeto Semeando ArtEducação Ambiental 2012